Media Training e Comunicação Pessoal

5 passos para reconhecer e administrar os seus sentimentos

Colocar-se em posição passiva em relação aos sentimentos pode fazer de você um refém que sofre alterações de humor repetidas só esperando o novo caminho que se apresenta pela frente e, por isso, se comunica mal.

Alegria, tristeza, ansiedade, raiva e medo são alguns dos sentimentos que podemos sentir todos os dias, mas existem muitos mais. Leia esse texto até o final e vai conferir uma lista com mais de 400 que podem já ter visitado você em algum momento da sua vida.

Tem sentimento que, quando aparece, você percebe na hora. Outros são mais difíceis de identificar e ficam a atormentar você sem uma pista do que você realmente sente. E, como vai administrar seus sentimentos se nem sabe o que sente? Por desconhecer, você fica num estado que podemos chamar de fora de controle e isso reflete na sua forma de se comunicar.

Eles não avisam quando vão chegar e podem pegar você de surpresa, mas você decide se eles ficam mais tempo ou vão embora. Colocar-se em posição passiva em relação aos sentimentos pode fazer de você um refém que sofre alterações de humor repetidas só esperando o novo caminho que se apresenta pela frente.

Administrar o que sentimos é uma competência treinável que começa com a disposição e o espírito desafiador de se conhecer.

Entenda a rota que você pode trilhar para se relacionar melhor com os sentimentos e se colocar em posição de controle da sua comunicação. O que vai ler a seguir é o mesmo que construir a sua Inteligência Emocional:

1. ESTAR NO AGORA: ligue o seu ‘play’ e viva! O contrário disso seria estar com a cabeça nas nuvens, viver a vida do outro, funcionar no piloto automático e por aí vai. Quando você está consciente de quem é, o que fala, o que sente e o que quer, você está AQUI, no AGORA. O escritor e conferencista alemão Eckhart Tolle é especialista no assunto e um vídeo para você começar a ter contato com a obra dele é esse aí. Se tiver interesse em ler sobre o tema, procure o livro O PODER DO AGORA, de autoria dele.


2. ESCOLHER O QUE QUER SENTIR E EM QUE INTENSIDADE:
 Já que você não pode selecionar os sentimentos que vai vivenciar, pelo menos pode e deve decidir quais deles você quer sentir e com que intensidade. Depois de experimentar a sensação de estar no agora, verá que não é um bicho de sete cabeças escolher sentimentos e determinar sua régua de intensidade de acordo com a situação que você vive. O pai da inteligência emocional, o psicólogo norte-americano Daniel Golleman, oferece reflexões para o início do entendimento deste tema, no vídeo abaixo;

Obs.: Se precisar de legenda em português, abra o vídeo, clique no símbolo de ENGRENAGEM (no canto inferior direito, à esquerda do nome YOUTUBE)>LEGENDAS>TRADUZIR AUTOMATICAMENTE>PORTUGUÊS.

 


3. ASSUMIR O CONTROLE DA MENTE:
 quando percebe que é você que está no controle e não a mente (com o exercício do’ agora’ você vai sentir isso), não dá mais o poder pra ela. Assumir o controle da mente é entender o que está acontecendo para decidir o que fazer e não ser levado por pensamentos e sentimentos que destroem você, sem nem perceber o que está havendo;


4. SER PERSISTENTE NO CAMINHO QUE ESCOLHEU:
o exercício de ‘estar no agora’ vai oferecer mais autoconfiança e tranquilidade e esses já serão benefícios estimulantes para manter-se no caminho. Mas, saiba que a todo momento será testado pela sua mente para voltar ao tipo de pensamento que tinha e que detonava um tipo de sentimento e um tipo de comunicação. Praticar o controle da mente vai te ajudar a selecionar o que realmente deseja e manter-se determinado no caminho que escolheu;


5.  NÃO SE CONTAMINAR COM POSTURAS DE OUTRAS PESSOAS
: no seu caminho de autotransformação você pode se depará com pessoas que estão em outra vibração, então é importante que faça a distinção disso para não se contaminar com comportamentos, pensamentos e palavras dos outros. O passo 4 precisa realmente estar firme para você evitar o risco de voltar a um estágio anterior, a sua zona de conforto, e não evoluir como deseja.

Mas, é importante esclarecer que esses ‘passos’, não são uma receita de bolo. Eles são uma construção, um caminho, que deve ser iniciado para ver e sentir os resultados.

Confira abaixo a lista com 403 sentimentos e avalie o que costuma sentir e em que intensidade para começar o seu PLANO DE AÇÃO e administrar melhor o seu estado.

Abalo
Abatimento
Aceitação
Adaptação
Adoração
Afeição
Afetividade
Afirmação
Agitação
Agonia
Agressividade
Ajustamento
Alegria
Alienação
Amargura
Ambição
Amor
Angústia
Ânimo
Ansiedade
Antipatia
Apatia
Apego
Apoio
Apreensão
Ardor
Arrependimento
Arrogância
Atenção
Atração
Ausência
Autismo
Autoritarismo
Avareza
Aversão
Avidez
Beleza
Boa-intenção
Bom-humor
Bondade
Bravura
Brilhantismo
Brio
Calma
Capacidade
Carência
Caridade
Carinho
Carisma
Castidade
Catalepsia
Cegueira
Celeridade
Centrado
Chateação
Ciúme
Civilização
Civismo
Clareza
Coerência
Cólera
Comoção
Compadecimento
Compaixão
Companheirismo
Complacência
Competitividade
Compreensão
Comprometimento
Compulsão
Concentração
Conciliação
Confiança
Conflito
Conformismo
Confusão
Congruência
Consciência
Conseqüência
Consolação
Constrangimento
Contentamento
Convicção
Coragem
Cordialidade
Covardia
Credulidade
Crença
Criatividade
Culpa
Cumplicidade
Curiosidade
Curtição
Decepção
Decisão
Delicadeza
Dengo
Dependência
Depressão
Derrota
Desafeição
Desamparo
Desânimo
Desajeitamento
Desapego
Desapontamento
Desconfiança
Desconsolação
Descontração
Descrença
Desejo
Desencanto
Desesperança
Desespero
Desestruturação
Desgaste
Desgosto
Desgraça
Desilusão
Desinibição
Desintegração
Desinteresse
Desligamento
Deslumbramento
Desonestidade
Desorientação
Desprazer
Desprezo
Desrespeito
Desunião
Determinação
Devaneio
Dignidade
Dilema
Diletantismo
Discórdia
Discriminação
Dispersão
Disponibilidade
Disposição
Dissimulação
Distanciamento
Divagação
Divagação
Divisão

Docilidade
Dominação
Dor
Dúvida
Educação
Efusão
Egoísmo
Embaraço
Emburramento
Empatia
Empolgação
Encaixe
Encantamento
Engano
Energia
Engrandecimento
Entusiasmo
Equilíbrio
Erraticidade
Esgotamento
Espanto
Esperança
Espiritualidade
Espirituosidade
Estabilidade
Estarrecimento
Estresse
Estruturação
Estupor
Euforia
Exaustão
Expectativa
Explosão
Êxtase
Falsidade
Familiaridade
Fanatismo
Fascínio

Felicidade
Ferocidade
Fidelidade
Fingimento
Flacidez
Flexibilidade
Força
Fracasso
Fragmentação
Franqueza
Fraqueza
Frieza
Frivolidade
Frustração
Fuga
Gentileza
Graça
Gratidão
Gula
Harmonia
Hipocrisia
Histeria
Honestidade
Honra
Horror
Hostilidade
Humanidade
Humilhação
Idealismo
Igualdade
Iluminação
Ilusão
Imparcialidade
Imperfeição
Incapacidade
Incoerência
Incongruência
Incompatibilidade
Incompreensão
Inconsciência
Inconseqüência
Inconstância
Incredulidade
Indecisão
Independência
Indiferença
Inércia
Inferioridade
Infidelidade
Ingenuidade
Ingratidão
Inibição
Iniciativa
Injustiça
Inocência
Inquietação
Insatisfação
Insegurança
Insensatez
Insensibilidade
Instabilidade
Integração
Integridade
Inteligência
Interesse
Intimidade
Intranqüilidade
Intrepidez
Intrometimento
Inveja
Ira
Irritação
Isolamento
Justiça
Lástima
Leveza
Liberdade
Libertinagem
Liderança
Loucura
Luto
Luxúria
Má-intenção
Mágoa
Maldade
Mal-humor
Malignidade
Maravilhar-se
Masoquismo
Medo
Meiguice
Melancolia
Mistério
Morte
Necessidade
Negativismo
Negligência
Nojo
Obcecação
Obediência
Obstinação
Objetividade
Obliteração
Observação
Ódio
Orgulho
Otimismo
Ousadia
Paciência
Paixão
Pânico
Paralisia
Passividade
Pavor
Paz
Pedantismo
Pena
Perceptividade
Perda
Perdão
Perfeição
Persistência
Perseverança
Perturbação
Perversidade
Pessimismo
Piedade
Plasteza
Positivo
Posse
Prazer
Preconceito
Preguiça
Preocupação
Pressa
Prestatividade
Proatividade
Prosperidade
Prudência
Pudor
Querer
Radiância
Raiva
Rancor
Realização
Rebeldia
Receptividade
Rejeição
Remorso
Renúncia
Repelência
Repugnância
Reserva
Resiliência
Respeito
Responsabilidade
Ressentimento
Revanchismo
Revide
Revolta
Rigidez
Sabedoria
Sadismo
Safadeza
Sagacidade
Sarcasmo
Satisfação
Saturação
Saudade
Segurança
Sem-graceza
Sem-vergonhice
Sensatez
Sensibilidade
Sensualidade
Separação
Serenidade
Servidão
Simpatia
Sinergia
Sofrimento
Solidariedade
Solidão
Sonho
Sossego
Suavidade
Subserviência
Sufoco
Superioridade
Surpresa
Tédio
Teimosia
Temor
Tenacidade
Ternura
Terror
Tesão
Timidez
Tolerância
Tranqüilidade
Tristeza
União
Unificação
Urgência
Vaidade
Valentia
Vergonha
Vibração
Vida
Vigor
Vingança
Virtuosidade
Vítima
Vitória
Vivacidade
Volúpia
Vontade
Vulnerabilidade

*A lista acima é de autoria de Virgílio Vasconcelos Vilela, do site www.possibilidades.com.br; o texto é da coach de comunicação pessoal Aurea Regina de Sá.

Aurea Regina de Sá

Aurea Regina de Sá é jornalista e coach de comunicação, especializada em Media Training.

Comentar

AUREA REGINA DE SÁ

Jornalista e Coach de Comunicação, especializada em Media Training.

Saiba mais
Aurea na imprensa

Podcast de hoje

Baixe seu ebook agora e transforme a sua comunicação!

Siga-me nas redes sociais!