Coaching de Comunicação para falar melhor

Media Training para executivos

O executivo chega ao topo da carreira e assume cargo de direção, mas ainda não se sente preparado para representar a marca diante da imprensa.

Se isso acontece na empresa que você trabalha, saiba: é mais comum do que você imagina!

Muitos executivos, que já tive a oportunidade de ajudar, inclusive diretores e presidentes de multinacionais, confessam que a grande barreira para se comunicar bem – dentro e fora da empresa -, é o medo da visibilidade.

Eles costumam ter as seguintes sensações:

  • estar sendo avaliado todo o tempo
  • medo de errar
  • ansiedade ao falar com superiores (mesmo que eles já estejam em cargos de diretoria)

Esses são alguns dos impedimentos provisórios que bloqueiam o desenvolvimento de profissionais.

Diante dessa experiência, como Coach de Comunicação, especializada em Media Training, vou te contar como faço para ajudar pessoas com alto potencial a terem alto desempenho também na Comunicação Pessoal.

  • ofereço treinamento e NÃO palestras. Como bem exposto no livro “Informar não é Treinamento”, de Erica J. Keeps e Harold D. Stolovitch, a proposta de treinamento é desenvolver capacitação e não apenas jogar conteúdo no colo do espectador para que ele ‘amarre’ a ideia como quiser. Com técnicas, ferramentas, dinâmicas, exercícios práticos (além das simulações de entrevista), o participante entende como se desenvolver enquanto comunicador.
  • aplico avaliação para a medição de resultados, a partir de feedback consistente, produtivo e construtivo. O coaching intensificou pra mim a ideia de que todo ser humano precisa de reforço positivo para avançar. Não aponto erro, defeito ou problema, palavras que não fazem parte do meu vocabulário.
  • o participante sai do treinamento com um Plano de Ação para conseguir se desenvolver sozinho e aplicar o auto-feedback.
  • ofereço treinamento contínuo – dependendo do contrato – para acompanhar o participante por determinado tempo, após o Day Training. Com o auxílio de ferramenta de Ensino à Distância, supervisiono o crescimento de desempenho de cada aluno para que a absorção do conteúdo seja ainda mais consistente.

    Tudo isso coloca abaixo algumas crenças que precisam ser desmistificadas:

  • que Media Training é um bate papo com executivos. Vamos lá: se bate papo resolvesse, não teríamos tantas gafes e inadequações por parte de porta-vozes de todo tipo de instituição.
  • que para um Media Training é preciso contratar um jornalista atuante na mídia. O repórter ou apresentador de tv não é treinador, porque não se dedicou a isso. Isso explica por que alguns treinamentos são tiros nágua e não oferecem resultado efetivo. Além disso, não exponho meus clientes a jornalistas da mídia durante o período de treinamento.
  • que o executivo que fala bem em público também domina a relação com o jornalista e será um excelente entrevistado. As duas ações são diferentes e, na minha crença, para ser um bom entrevistado, é preciso ser um bom comunicador.

Se você ainda está lendo esse texto, imagino que tenha se identificado com tudo o que eu expus. Então, posso lhe dar uma sugestão? Me chame para uma conversa. A partir da identificação das necessidades dos seus porta-vozes, vou lhe apresentar uma proposta personalizada para atender a sua empresa.

Fico aguardando o seu contato.

AUREA REGINA DE SÁ

Jornalista e Coach de Comunicação, especializada em Media Training.

Saiba mais
Aurea na imprensa

Baixe seu ebook
agora e transforme a
sua comunicação!


Podcast da Semana

Siga-me nas redes sociais!