Você sabe esperar?

Tempo de leitura: 2 minutos

Ô desafio esse, né? Pior para os imediatistas que querem tudo rápido: resultado rápido, resposta rápida, objetivo atingido no menor tempo.

Quem dera fosse assim sempre. E a gente acaba sofrendo na espera. A gente se preocupa com o que virá, conta os dias pra chegar o momento, fica olhando no relógio louco pra que chegue logo a hora. A espera exige paciência, virtude que muitos de nós perdem fácil. Afinal tudo é tão pra ontem que às vezes é difícil mesmo ter que ver o relógio rodar nesse ritmo tão lento, tão devagar.

A gente visualiza o resultado e quer que aconteça agora, não depois. Às vezes atropelamos tudo, mergulhamos na ansiedade pra só depois descobrir que não adianta. Tudo tem o seu tempo, cada um tem um tempo. Cada situação tem um tempo. Não adianta adiantar. A pressa é inimiga da perfeição e quando percebemos vem a conclusão: era melhor ter esperado mesmo. Quem tem pressa come cru, o ditado popular revela bem como isso funciona.

Por causa da pressa roemos unhas, olhamos no relógio mil vezes, sofremos de gastrite, passamos fome ou comemos tudo o que tem na geladeira. Cada um com seu roteiro tentando agilizar contra o tempo do relógio para satisfazer um desejo. O mais intrigante é que nos estressamos para depois nos tranquilizar. Sofremos de ansiedade pra depois relaxar. Conscientemente sabemos que a agonia não compensa, mas o sofrimento insiste em se instalar.

O que eu faço então pra passar essa angustia que teima em ficar? Meu amigo, tem que esperar. Esperar ensina. Esperar faz a gente amadurecer. O tempo que o tempo dá ajuda a entender por que tanta demora. Mas quem garante que foi demora? Pode ter sido o ritmo natural das coisas mesmo, é que a gente que só pensa em correr acha que levou tempo demais.

Enquanto o tempo passa, a gente deixa de viver. Fica tão apressado querendo ver o futuro acontecer, que nem se lembra de viver o presente. Quando agarra no passado pra reviver algo, a gente também perde tempo. Dizem que o tempo é o melhor remédio: cura, faz esquecer e ajuda a crescer. O tempo é caro. O tempo perdido não volta, o tempo esperado não se vende, não se empresta. Não dá pra voltar no tempo. Num momento são, cai a ficha. O melhor mesmo é viver o agora. O agora tem um poder incrível: não é ontem e nem é amanhã, é só este momento. O único que temos. Se você respira agora, esse é o momento. Se você acredita agora, agarre esse tempo. Use o seu tempo da maneira mais rica que puder. Transforme a falta de tempo em tempo de sobra pra viver o seu melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *